quinta-feira , 24 agosto 2017
Home >> Games >> Atualização de PES 2016 traz performance dos atletas reais para o game

Atualização de PES 2016 traz performance dos atletas reais para o game

PES 2016 recebe uma atualização nesta quinta-feira (29) que finalmente traz a performance dos atletas reais do mundo todo para o futebol virtual da Konami. Com o update, se o jogador ganha destaque em partidas recentes, ele torna-se mais habilidoso no game e assim por diante. Há ainda outras adições menores, entre elas as listras oficiais para os uniformes do Flamengo e Palmeiras.

A atualização traz a escalação atual de times do mundo todo e a performance dos atletas na realidade para todos os modos de jogo, que será atualizado semanalmente. Alguns modos específicos online já recebiam esses dados, mas um atraso fez com que eles não estivessem disponíveis para partidas offline.

Flamengo, um dos times exclusivos de PES 2016, terá seu uniforme atualizado (Foto: Divulgação/Konami)
Flamengo, um dos times exclusivos de PES 2016, terá seu uniforme atualizado (Foto: Divulgação/Konami)

Vários times internacionais receberam novos uniformes, como toda a French Ligue 1, as duas ligas da Espanha e toda a Série A da Itália. Novos uniformes exclusivos da Liga dos Campeões da UEFA e da Ásia também foram adicionados, assim como os dados de 70 atletas através do sistema PES ID, que transporta a aparência, estilo de jogar e habilidade de atletas reais para o jogo.

PES 2016 também adicionou as listras oficiais das camisas de alguns times. Entre eles estão Flamengo e Palmeiras do Brasil, Independiente, Newell’s Old Boys e Vélez Sarsfield na Argentina, além de outros times ao redor do mundo, como Groningen, FC Utrecht, Galatasaray, Panathinaikos, Maccabi Tel Aviv.

Via VG247

About AkiTech

Criador e Gerador de Conteúdo do Site KassioInFo e Agora do AkiTech. Analista de Suporte e Entusiasta de Tecnologia e Telecomunicação.

Check Also

AMD promete lançar processadores ‘tremendamente mais potentes’ que os da Intel

AMD promete lançar processadores 'tremendamente mais potentes' que os da Intel