Início >> Apple >> iPhones 6S e 6S Plus têm películas que se regeneram dos arranhões

iPhones 6S e 6S Plus têm películas que se regeneram dos arranhões

Os iPhone 6S e iPhone 6S Plus ganharam uma película protetora de tela que pode se regenerar depois de riscos. Para isso, ela usa uma tecnologia que permite que danos sejam corrigidos a partir de um tipo de resina adesiva, liberada com o atrito.

A versão foi criada pela Innerexile, que já tinha lançado uma com as mesmas características para o smartphone da Apple anteriormente. A versão anterior do produto levava até um minuto para corrigir os defeitos e seu correto funcionamento dependia de condições ideais de temperatura. A nova película, desenvolvida para a nova geração de iPhones, pode cobrir um risco em questão de segundos.

Innerexile apresenta película para iPhone que não apenas resiste aos riscos, mas os corrige (Foto: Reprodução/Engadget)
Innerexile apresenta película para iPhone que não apenas resiste aos riscos, mas os corrige (Foto: Reprodução/Engadget)

O processo funciona por conta de uma camada de microcápsulas que armazenam um tipo de resina adesiva. Quando algo pontiagudo desliza contra a película, elas são rompidas e seu conteúdo escorre para cobrir o risco.

As películas têm apenas 0,2 mm de espessura e, de acordo com a fabricante, são completamente compatíveis com o 3D Touch dos novos iPhones. O material conta com um tratamento que o torna menos aderente às marcas de impressões digitais.

A película também é compatível com os iPhone 6 e iPhone 6 Plus e pode ser encontrada no mercado norte-americano e em grandes sites de comércio eletrônico. A versão para o 6S custa US$ 23,99 (R$ 93,95, em conversão direta). Para o 6S Plus, US$ 25,99 (R$ 100).

Via Engadget

Sobre AkiTech

Criador e Gerador de Conteúdo do Site KassioInFo e Agora do AkiTech. Analista de Suporte e Entusiasta de Tecnologia e Telecomunicação.
x

Além disso, verifique

Senado aprova projeto que impede operadoras de limitarem a internet fixa

Senado aprova projeto que impede operadoras de limitarem a internet fixa